Dissertation Writing service Buy Dissertation Online essay writing service cheap essay writing Projeto de Extensão da UFRPE publicado na Revista Experiência, Santa Maria, UFSM, Vol. 6, N.01 | Pró-Reitoria de Extensão, Cultura e Cidadania (PROExC)

Projeto de Extensão da UFRPE publicado na Revista Experiência, Santa Maria, UFSM, Vol. 6, N.01

Ação positiva na prevenção e orientação às Infecções Sexualmente Transmissíveis – IST’s/AIDS e gravidez na adolescência entre os estudantes do Liceu de Artes e Ofícios, localizado na cidade do Recife/PE

As Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST’s) e a Gravidez na Adolescência são dilemas sociais e de saúde pública que afetam, principalmente, países em desenvolvimento, onde a rede de serviços de saúde e de educação não se mostram eficazes. No Brasil, registra-se um aumento no número de casos de IST’s, maior percentual de Gravidez na Adolescência da América Latina e uma tendência de despertar sexual precoce com relações sexuais desprotegidas. Diante desses fatores, o presente projeto de extensão teve como público alvo estudantes da educação básica. Esse trabalho foi aplicado em 2019 com alunos do 1º ano do ensino médio do Liceu de Artes e Ofícios, uma escola localizada em Recife, Pernambuco, que funciona através de uma parceria público-privada entre o Governo do Estado e a Universidade Católica de Pernambuco. A princípio, houve a implementação de um questionário para levantamento dos conhecimentos prévios com intuito de compreender a percepção inicial dos estudantes sobre essa temática e assim formular novas abordagens didático-pedagógicas. Buscando promover atitudes e comportamentos sexuais saudáveis, foram ministradas palestras sobre Educação Sexual, Gravidez na Adolescência, IST’s e Machismo. Além disso, foram desenvolvidos materiais didático-pedagógicos de divulgação, como, folders e banners. Também fez parte do escopo do projeto a seleção de vídeos para exemplificar casos reais e exercício de revisão para fixação da aprendizagem. Uma constante ao longo dessa ação positiva foi motivar o uso do preservativo para prevenir IST’s e a concepção de gravidez. Constituiu-se o cerne do projeto permitir que os jovens se sentissem informados sobre seus direitos sexuais e reprodutivos e, seguros para exercer seu planejamento familiar. A partir desses pressupostos e considerando que o público-alvo se trata de adolescentes do 1º ano do ensino médio de uma escola da rede pública do Recife-PE, a presente ação teve por objetivo a sensibilização sobre temáticas, como, Educação Sexual, Gravidez na Adolescência, Infecções Sexualmente transmissíveis e Machismo. Recursos didático-pedagógicos para ampliar as temáticas abordadas também foram criados e/ou selecionados, a exemplo, de questionário para levantamento de conhecimentos prévios, folder, banner, vídeos e exercício de revisão. O folder intitulado Educação Sexual – Parte II apresentou temas relacionados ao planejamento familiar, métodos contraceptivos e de dupla proteção. Houve a constante abordagem em motivar o uso da camisinha masculina, sendo apresentadas as vantagens e o modo de usar. Também foi abordado que nenhum método anticoncepcional é 100% eficaz e que a possibilidade em gerar ou não descendente se constitui em um direito sexual e reprodutivo. Visando orientar o público alvo para informações mais especializadas, o folder apresentou o endereço e o telefone do Hospital da Mulher do Recife. O folder sobre Gravidez na Adolescência envolveu as causas e as consequências de uma gravidez durante essa fase da vida. Além disso, foram apresentadas as medidas para diminuir as chances de engravidar. Um ponto relevante foi a justificativa para se informar sobre esse tema, ressaltando que uma gravidez na adolescência acarreta riscos para a saúde e compromete a formação profissional e ingresso no mercado de trabalho. Os sintomas e os cuidados durante uma gestação foram também abordados, enfatizando a importância do pré-natal. Para maiores informações, esse folder possuiu o endereço e o telefone de Centros de Referência em Assistência Social (CRAS), unidades públicas responsáveis pela oferta de serviços para famílias em situação de vulnerabilidade social. O folder IST’s buscou explicar a partir de informações, o conceito, as principais infecções, o modo de transmissão, sintomas e prevenção. Alertar a parceira sexual de uma ISTs foi uma orientação presente no folder de grande relevância para interromper a cadeia de transmissão e evitar uma reinfecção, sendo necessário o diagnóstico e o tratamento de ambos. O folder também apresentou o telefone e o endereço dos Centros de Atendimento em IST’s em Recife. O folder sobre Machismo, explorou informações, como, o que é reconhecido como machismo; como identificar a cultura machista; o que se entende como masculinidade tóxica; quem são as pessoas mais afetadas pelo machismo; como a mulher é caracterizada pela concepção machista e quais as consequências do machismo. Duas informações de destaque no folder foram como o machismo se relaciona com as IST’s e a Gravidez na Adolescência e, quais estratégias devem ser usadas contra o machismo. Para maiores informações, o folder disponibilizou o endereço e o telefone do Centro de Referência Clarice Lispector, unidade responsável por acolher e orientar mulheres em situação de violência doméstica e/ou sexista. Também foi disponibilizado o disk orientação Liga, Mulher do mesmo centro de referência. O excesso de informação associada à liberdade recebida levam os adolescentes à banalização de alguns assuntos, como a sexualidade. Essa liberação sexual, acompanhada de certa falta de responsabilidade, acaba favorecendo as incidências dos problemas ligados a saúde. Sendo assim, há uma necessidade de repensar o papel das instituições (familiar e escolar) no desenvolvimento sobre educação sexual e promoção á saúde ligada ao prazer e ao bem estar do adolescente, que contribui para uma vida sexual saudável, tanto física como emocionalmente, reduzindo o número de IST’s e da gravidez não planejada nesse grupo populacional. Além disso, propor ações eficientes que viabilize construir e reconstruir conhecimentos que favoreçam a prevenção, na tentativa também de co-responsabilizar os adolescentes pelos seus atos e atitudes; refletir sobre as representações impostas pela sociedade e discutir os direitos e a igualdade entre os gêneros.

Voluntários ISLA VANESSA GOMES ALVES BASTOS SARA DENISE DE AZEVEDO VELOSO THIAGO BRUNO LIMA DA SILVA

Orientador PROF. DR. ANÍSIO FRANCISCO SOARES Departamento de Morfologia e Fisiologia Animal

Notícia comum
Imagem: